Flamengo e Fluminense faturam mais de R$ 1,7 milhão com aluguel do Maracanã para a Copa América

0
Flamengo e Fluminense faturam mais de R$ 1,7 milhão com aluguel do Maracanã para a Copa América

A Copa América foi um bom negócio para Flamengo e Fluminense. A dupla recebeu do Comitê Organizador Local (COL) R$ 1,750 milhão de aluguel com o Maracanã. Foram cinco jogos no estádio, por R$ 350 mil, cada um. O dinheiro, no entanto, não será utilizado pelos clubes. Deverá entrar na conta da empresa criada para a administração conjunta do estádio para pagar as despesas do evento.

Ainda assim, a operação foi vantajosa se levarmos em conta a média de consumo de água e luz do estádio por partida nos últimos meses (entre R$ 120 mil e R$ 150 mil). Com a quantia, os clubes já têm o suficiente para quitar o mínimo que são obrigados a pagar ao Governo do Rio pelo uso do estádio até o fim do contrato, em outubro.

A dupla deve depositar mensalmente aos cofres públicos um mínimo de R$ 231 mil (o que daria R$ 1.386 milhão por seis meses). Todas as demais despesas, entretanto, ainda precisam se viabilizar, como as contas fixas de água, luz, segurança, limpeza, entre outras .

Nem todos os estádios receberam o mesmo valor pelo aluguel. A Arena do Grêmio e a Fonte Nova receberam R$ 100 mil a menos (R$ 250 mil), embora o estádio tenha capacidade de público semelhante ao do Maracanã e Mineirão (entre 60 mil e 70 mil pessoas), que faturaram R$ 350 mil por partida.

Além dos dois, o Morumbi, do São Paulo, recebeu o mesmo valor. Já o estádio do Corinthians, em Itaquera, recebeu R$ 333 mil.

Os R$ 350 mil recebidos pelo Maracanã são superiores ao valor do aluguel que o próprio Flamengo pagava quando não administrava o estádio, que era de cerca de R$ 150 mil, valor que era acrescido de uma taxa adicional para pagar luz e água, que variava entre R$ 120 mil e R$ 150 mil.

Já o valor do aluguel do estádio após os clubes firmarem contrato com o Governo foi estipulado pelo poder público em R$ 90 mil.

O COL foi procurado na semana passada para explicar os motivos das diferenças de pagamento para estádios com capacidade semelhante, mas ainda não retornou. As assessorias de imprensa da Fonte Nova e da Arena do Grêmio disseram que só a organização pode falar neste período.

Negociação

A definição deste valor não foi tão simples. Após assumirem a gestão do estádio, em abril, Flamengo e Fluminense abriram conversas com o COL para aumentarem o aluguel. A participação do Maracanã no evento chegou a ficar em suspenso. Pelas contas da organização, o estádio gastaria cerca de R$ 1 milhão com os jogos. Já nas contas dos administradores, as despesas chegariam a R$ 2 milhões. O acordo foi selado após algumas reuniões entre as partes .

Globo Esporte

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here